Faltam dez cruzeiros!

Veneza, Italia, 11h horas da manha (6 horas no Brazil-sil-sil!)

CIAO tutti!
Agora tenho meu netbook, uma versao pequena do notebook. Agora posso acessar internet gratuita nos portos onde ha sinal wi-fi e ainda posso digitar minhas coisas e depois posta-las quando houver sinal.
Agora faltam exatamente dez cruzeiros, ou dez semanas, para que eu cumpra minha pena, ops, para que eu termine meu contrato de bar boy na Costa. Uau! COMO TA PASSANDO RAPIDO isso tudo!! A vida diaria aqui e dura, pesada, nao e facil, mas que os dias passam rapido, isso sim, e verdade. Impressionante isso.
Agora a fase para mim e de aproveitar o que eu ainda nao pude\quis e me ligar que esta pode ser a ultima oportunidade de estar em lugares tao diferentes na mesma semana.
A fase eh tambem de economizar e focar direto na "juntanca" de dinheiro hahaha. MAs e verdade. Nao adianta se matar meses aqui e voltar sem ter poupado.

Uma coisa louca e interessante que tem ocorrido nesses meses que antecedem a temporada America do Sul (incluindo Brasil) eh ver gente que estava aqui quando eu cheguei, que em alguns meses finalizou seu contrato e foi para casa, MAS AGORA retorna para trabalhar de novo no Victoria, apos cerca de dois meses de ferias. Um deles eh aquele Bulgaro de quem eu tinha falado antes aqui. Ele foi embora do nada, sem eu ter podido falar com ele e agora o vi circulado nos corredores daqui e me surpreendi ao reve-lo a bordo. Ele tambem ficou surpreso em ainda me ver a bordo.

Em comentarios na comunidade do orkut, vi muitos brasileiros que aguardavam comigo data para embarque como bar boy e somente agora estao recebendo, meses e quase um ano depois. O mais legal esta sendo interagir com eles, principalmente aqueles que entrarao no Victoria. Vou tentar, ao poucos (sempre aos poucos) informar estes caras sobre o que eles encontrarao por aqui. Pois se nada for alterado e possivel saber quem eles irao substituir e, assim, informar sobre o dia-a-dia e que tipo de trabalho eles farao aqui.
O que adianto aqueles que sao tripulantes de prima volta e que a temporada "brasileira", que na verdade e temporada America do Sul, os negocios tendem a serem maus mesmo. Se aqui na Europa estamos com dificuldades para ter boas comissoes, imagino quando chegar nos brasileiros. As tres semanas em que fiquei no Brasil antes de cruzar para a Europa, pude presenciar as comissoes mais baixas que tivemos.

Para quem pediu informacoes atuais do navio, vamos la. O nosso atual bar manager, o gerente, eh um chamado Fabrizio, italiano, que desde que chegou tenho a impressao que alterou o percentual de comissoes para todos, pois assim que ele chegou as comissoes da semana desceram muito, ate que ele iniciou campanhas para vender mais e fazer mais dinheiro, mas a situacao continua a mesma. Um dos assistentes do gerente, Arturo, um dos melhores que tive ate agora. Hondurenho, serio, ele e do tipo que valoriza aquele que trabalha corretamente e, por outro lado, eh vingativo com aqueles que mostram corpo mole e falta de envolvimento. Este ultimo aspecto infelizmente eh muito encontrado em brasileiros. NAo em todos, mas na maoria daqui. Isto e fato. Isso porque os brasileiros, em relacao as outras culturas, se acham superiores, enquanto as demais nacionalidades nao ficam se impondo, apenas trabalham para MOSTRAR (por meritos) que possuem superioridade. Ja os brasileiros em sua maioria falam mal dos asiaticos, pois se acham melhores que estes, porem nao podem negar que estes sao os que mais trabalham pesado. Enfim...este assistente do bar manager e o que mais tem contato conosco, funcionarios do bar, enquanto o gerente mesmo se encarrega das partes mais "monetarias" da coisa. E fato que desde que este gerente italiano chegou as coisas mudaram para pior. Nao consigo deixar de pensar que ele faz um leve desvio de grana para o bolso dele. Penso pela logica....quando tinha o gerente latino, trabalhavamos bem menos, nao apelavamos para tantas promocoes e ainda assim tinhamos um bom salario no mes seguinte. Imediatamente apos a chegada deste novo gerente, as comissoes cairam e o salario nem se fala. Para o latino o cambio de dollar para a moeda deles e quase parecida no Brasil, entao nao e taaao mal assim. Mas para o italiano nao tem cambio: se ele recebe seis mil euros, sao seis mil euros, pois esta eh a moeda dele. Entao, acredito mesmo que ele desvie um percentual maior, para obter um salario maior para ele, o que um latino nao precisaria fazer....
Enfim, fico a imaginar como sera na temporada America do Sul, o que vai acontecer com o salario. Mas nao estarei la...

A cada dia que passa tenho aprendido cada vez mais sobre atendimento. Tenho atuado muito mais como garcom do que como bar boy, que na teoria deveria trabalhar apenas na parte interna do bar. Realmente tenho me achado nessa posicao. Se eu voltasse para o barco, provavelmente seria como garccom...apesar de nao estar certo se eu seria capaz de fazer dinheiro facil. O gerente tem me colocado para atender as mesas, mais uma vez por questao de estrategia. Eh assim: trabalho no Grand Bar, o principal bar do navio, tanto em tamanho, quanto em importancia. Eh o bar que mais faz dinheiro por dia. Inicio ao meio-dia, sempre. Assim que chego, normalmente eh o horario em que os passageiros estao retornando da visita externa, pois o navio para nas cidades todas as manhas e fica ate umas 14 horas no maximo e depois parte para navegacao. Antes disso, todos os passageiros devem estar a bordo. Entao, ocorre um efeito semelhante todos os dias.
Assim que o passageiro chega da excursao a cidade, ele pretende comer algo, de preferencia de forma pratica e rapida. Entao TODOS costumam ir para os andares superiores do barco, onde ficam os buffets, self services e bares de piscina. Isto significa que o potencial de vendas esta concentrado la, acima. Logo, os garcons que estao trabalhando nos bares internos do navio (como no Grand Bar), sao chamados para cima, onde estao quase todos os passageiros. No meu caso, como o garcom eh chamado acima, eu tenho de substitui-lo no meu bar. Entao todos os dias passo do meio-dia ate as quatro atuando como garcom. Este e o meu horario todo (trabalho das 12 as 16, tenho uma pausa e retorno as 19 para ficar direto ate as 2 da madruga, quando fechamos o bar). Isto significa que quase nao me sobra tempo para que eu faca a manutencao rotineira da minha pantry (ja expliquei que a pantry seria a cozinha, mas como nao temos comida, apenas bebida, chamamos de pantry). O fato e que nunca consigo ter tempo de limpar detalhadamente, pois sempre estou pegando ordens e servindo mesas. O QUE TENHO ADORADO. Alem de contato com passageiro, ganho experiencia em atendimento, que estou gostando muito de fazer. Entao, apos servir MUITO cafe e alguns drinks basicos (aos passageiros que nao vao a piscina e/ou que de la vieram), apos tudo isso, vou para meu horario de descanso, as 16h. Quando retorno, as 19h, a minha rotina muda um pouco, mas ainda assim, sem tempo de ficar na minha pantry. Neste periodo, preparo bandejas de bebidas digestivas, que vendemos como promocao nos restaurantes, a apenas um euro (licores, grapas, conhaques e outros tipos que normalmente se vende a cinco euros a dose, passam a ser vendido apenas por um...isso parece apelacao). Fazemos isso duas vezes, pois os restaurantes servem em dois turnos, para dividir os passageiros. Normalmente o primeiro turno eh as 20h e o segundo as 22h30. Depois que tudo isso acaba, preparo outra bandeja. Desta vez sao espumantes que sao vendidos no sistema pague um, beba dois. Depois disso tudo, ai comeco a pensar em fechar meu bar, como limpeza e organizar tudo opara o dia seguinte, quando a equipe que abre o bar chega.

Estando nesta vida de garcom muito se aprende pela observacao. Gafes, cometo as vezes. A que ainda estou tentando corrigir e uma delicada. Normalmente pego as ordens de todos e vou fazer o registro no cartao, para o pagamento. Quando volto, tenho de servir tudo. As vezes, costumo cometer um erro chato. Ao servir a mesa de um casal ou de mais pessoas, se tenho, por exemplo, um pedido para uma cerveja e um copo de agua, eu vou pela minha estupida intuicao e sirvo a cerveja para o homem e a agua para a mulher, quando na verdade a cerveja era para a mulher e a agua para seu marido. Fico sem graca peco desculpas e sorrio e assim acabo amolecendo eles e saio sem levar uma notificacao ou reclamacao. Isso sem falar quando voce atende aquele pessoal mais exigente. Uma vez servi cha e cafe simples. O casal esta na mesa me olha estranho, pois fui, por uma suposta obviedade, servindo o cha para a mulher e o cafe para o homem. ERREI. O cha era para o homem e o cafe para a mulher. Isso e meio machismo ou sei la o que. Resumindo. Tenho de cantar a bola, como no bingo..."O cafe vai para????"... MAAAAAAS! Tenho adorado trabalhar como garcom.

Enfim...vou fincado, por enquanto, por aqui. O texto cresceu e eu ainda tenho muita coisa a escrever. Nos proximos posts darei algumas dicas a alguns parceiros de espera pela data. Sao caras que conheci pela net, em comunidades de recrutamento e aguardam data ate agora. No proximo post explicarei sobre rotinas do bar, especialmente para aqueles que virao para ca em breve, quando eu estiver me despedindo...


Bem, gente. Ate mais, ate a proxima.

DESCULPEM OS ERROS E A ETERNA FALTA DE ACENTUACAO.......
4 Responses
  1. ALEX Says:

    BOA noite eli

    MEU NOME E ALEX ESTOUI ME PREPARANDO PARA EMBARCAR, GOSTARIA MUITO QUE VC ME FALASSE COMO FUNCIONA A INTERNET AI DO NAVIO, TEM COMO USAR NET NA CABINE, DAR PRA FALAR NO SKYPE? QUAL O HORARIO DE FUNCIONAMENTO DA INTERNET CAFE? E QUANTO CUSTA A NET? TELEFONE COMO FUNCIONA? O BLOG TA SHOW DE BOLA TEM ME AJUDADO MUITO.

    OBRIGADO ALEX


  2. Fabiana Says:

    Oi!!!To adorando seu blog!!!!Pretendo trabalhar em navios e to super anciosa e adorando sua história!!!!!Parabéns pela força e coragem q vc esta tendo!Agora em outubro pego meu passaporte e vou agendar uma entrevista na staffwork! Toda sorte pra vc e muitas boas vibrações! Abraços
    Fabiana


  3. ELAINE SANTOS SP Says:

    GRANDE PROFESSOR ELI SAUDADESSSSS
    JA CHEGO ALGUMA COISA AI PRA VC
    SUPRESAAAA SIMPLES MAIS DE CORACAO E VIVA A REDE SOCIAL..
    EU SINTO LA NO FUNDO QUE SE VOLTA VIU rsrsrsrsrsrs..
    LER ISSO TUDO JA VAI ME AJUDAR VOU COMO BAR WAITER ..TA CHEGANDOOO
    BEIJOS SUCESSO AI PRA TI
    DA SUA ADMIRADORA DE TERRA
    ELAINE


  4. eLi Says:

    Alex! Sobre internet a bordo eu ja publiquei bastante coisa, inclusive que nao vale a pena acessar. Ja acessei muitas vezes ehhehe, mas agora estou mesmo me controlando, pois pagar dez euros por apenas uma hora eh muita coisa. Apesar de que a conexao e boa todos os dias, vc conecta da cabine...etc. MAs NAO VALE!
    Sorte ai e continue acompanhando o blog.

    E isso ae, Fabiana! Tudo comeca com o passaporte! Lembro da ansiedade de tirar o meu e agora estou aqui no barco louco. Forca e procure bastante informacao antes de ir a bordo, desta forma nada sera inesperado e ou decepcao. Sucesso viu?!

    ELAINEEE! Bar waitress??? PARABENS! Como anda o processo?? Tem data prevista? Qual navio mesmo? Amiga...espero de verdade que tua data saia logo, apesar de que eu adoraria poder bater um papao ao vivo antes de vc embarcar, mas seja o que Deus quiser! O lance no geral para vc que trabalhara direto com os passageiros eh VENDER. Sem pena, sem do. Empurrar tudo o que puder, desde pacotes de bebidas ate drinks extras. Enfim, nao tenha medo, vc sentira o que isso significa e sabera como agir. Eh sempre assim aqui em terra antes de embarcar: um monte de gente te falando tuuuudo e vc perdida, mas quando vc chegar no barco sentira a real e sabera como agir.
    Forca, forca e forca, viu?? E quanto a surpresa! Adoro surpresas! E vc sempre tem me surpreendido....ai ai!
    Beijao e sucesso!!!! DE VERDADE!